O natal e os papais noéis de shopping

Já que estamos em Dezembro e eu entrei em féria ontem da faculdade, uma história natalina.

Hoje estava eu no Praia de Belas olhando as vitrines (e me aguentando pra não torrar meu dinheiro em 2 calças,um tênis e um livro) quando me deparo com o papai noel sentado em seu trono, a mamãe noel (vulgo a assistente bonita) e a filazinha de crianças. O legal é que era um papai noel daqueles oficiais sabe, barba verdadeira e tudo mais. Porque eu odeio shopping grande que coloca uns papai noéis toscos com barba falsa. Chinelagem tem limite, vão ecomizar em outra coisa : P

Eu acho muito bonito essa coisa de crianças acreditarem em papai noel, toda a lenda ao redor, enfim, acho muito legal ver as crianças com o bom velhinho. Infelizmente quando eu era menor não tive muito a chance de curtir essa magia do papai noel porque eu tinha medo dele. Sim, medo. Minha mãe me levava pra ganhar balinha dele e tudo mais, mas era só ver o noel que eu chorava. Sei lá, ele não me inspirava confiança : P … mas na real acho que eu tinha medo porque minha mãe sempre dizia que se eu fosse pedir balinha pra ele tinha que entregar meu bico. E ninguém tirava o bico de mim.


Fantasia tosca de papai noel

Mas voltando, hoje fiquei olhando a filazinha, e achei engraçado porque tinha um guri e uma guria meio grandes pra tá na fila. Fiquei parada pra ver a cena ridícula deles pedindo balinha e tirando foto. Chega a vez deles e dai, pra minha surpresa (e do resto da fila) eles posam ao lado do papai noel fazendo o símbolo do metal para uma foto bem paga vale.

E o papai noel do shopping, muito simpático (e adaptado aos novos tempos) faz o sinal também : P

Anúncios

Menina de Ouro – Boxe feminino com lágrimas

Não vou fazer análise, nem resumo, nem spoilers, mas sim vou contar como foi que assisti ao filme.

Estava eu de férias da faculdade, sem precisar ir na minha bolsa de Iniciação Científica (porque orientadora viajando é igual a férias :P). Era de tarde, eu estava me divertindo no MSN, e me deu uma vontade de ir ao cinema. Convido meu então amigo (que logo virou meu namorado), mas ele não aceita ir :PPP, dai como sou independente, meio orgulhosa e não preciso de ninguém : P, fui sozinha mesmo para o Unibanco Artplex (ou seria Cinemark, não lembro). Comprei pipoca, refri e comecei a assistir o filme.

Uma observação: Eu fui ver esse filme sem fazer a mínima idéia do que se tratava. Sabia só que era de boxe e que tinha sido indicado ao oscar (e mais tarde vencido). Esperava que fosse algo como a Hilary Swank se esforçando ao máximo para ser uma grande campeã. Iria ter partezinhas tristes, dela se dando mal, mas nada demais, pois no final ela triunfaria. Seria praticamente um Rocky Balboa de saias.


Clint Eastwood e Hilary Swank

Eu não podia estar mais enganada.

Quando começaram a acontecer as coisas horríveis do filme, eu comecei a chorar, a chorar a chorar. E dai aproveitava que não tinha ninguém conhecido assistindo o filme comigo, ninguém pra me chamar de chorona, e comecei a chorar, a chorar.

O filme é excelente se você gosta de bons (ótimos) dramas bem dramáticos (não fui redundante).

Eu adoro, e Menina de Ouro tornou um dos poucos filmes que eu assisti mais de uma vez no cinema.

Jogos de video game com nomes errados

As palavras que as pessoas usam no Google pra chegar no meu blog demonstram a ignorância dos seres humanos quando o assunto é português e inglês. É muito comum chegarem no meu post sobre jogos de luta com palavras como Mortal Combat, Mortal Combate, Mortal Kombate, e às vezes, até acertam e põe Mortal Kombat. Street Fighter também tem suas variações. Mas esses dias o analfabetismo passou dos limites. Chegaram no meu blog com a palavra Street Father !!! A pessoa não tem noção que isso significa pai de rua e que definitvamente um jogo de video game não teria esse nome ?!


Quem e Blanca, personagens de Street Father ¬¬