Tramandaí parte IV (final) – Não cante em voz alta em lugares públicos

Minha viagem para Tramandaí ainda teve outros acontecimentos inusitados (além do fato de minha familia ter ganho no bingo da nossa colônia de férias). O ocorrido aconteceu quando eu estava na rodoviária, esperando meu ônibus de volta para Porto Alegre. O caos aéreo se estendeu para a rodoviária e o ônibus atrasou 2 horas. Não havia nada para fazer nesse meio tempo.

Para espantar o tédio, comecei a cantar baixinho uma música que muito me agrada: cavalo de fogo. Sim, é a abertura daquele ótimo desenho do cavalo roxo com crina vermelha e Sarah, a menina loira, que passava no SBT (e como só tinha 14 episódios, era repetido exaustivamente).

cavalo de fogo

Só que devo mencionar que eu tenho um problema com a minha voz: eu não consigo mantê-la baixa por muito tempo. É inconsciente: quando me dou conta, estou falando alto demais (fora quando ela não afina e fica super aguda). Obviamente isso me levou a diversas gafes ao longo da vida. Claro que enquanto eu estava cantando cavalo de fogo, novamente as coisas sairam do controle. Quando me dou conta, dois guris vem em minha direção e começam a tirar onda com a minha cara: tu é cantora? Nesse instante, paro imediatamente de cantar e me torno um pimentão. Respondo que com minha voz, eu não podia ser cantora, mas eles, de forma até simpática, insistem para eu continuar cantando a música. Digo que não pois sou tímida. Nisso, um deles responde: Como assim tímida, parecia desinibida cantando! Nesse momento, não sei mais o que responder, apenas desejo por um buraco no chão pra enfiar a cara tal como um avestruz. Mas eu não encontrei.

Embarco no ônibus, e volto para casa, achando que os acontecimentos bizarros tinham acabado. Mas 3 dias depois, a caminho do meu estágio, no ônibus T5, uma guria completamente estranha me pergunta: tu não tava no ônibus que vinha de Tramandaí ? Incrédula, digo que sim, e batemos um rápido smallTalk.

Lição da viagem: não cante em voz alta, ou você pode ficar conhecida por um ônibus inteiro : P

Anúncios

3 comentários sobre “Tramandaí parte IV (final) – Não cante em voz alta em lugares públicos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s