Top 3 ginástica olímpica

Aproveitando o espiríto olímpico, um post de esporte.

Como eu já comentei nesse post, eu já pratiquei ginástica olímpica na Sogipa, um clube aqui de Porto Alegre famoso por mandar muitos atletas para as olimpiadas, como por exemplo, o judoca João Derly.
Só que eu era bem podre, tipo saí em menos de 6 meses porque ginástica olímpica definitivamente não era pra mim. O cavalo, as barras e toda aquela altura (mesmo com colchão embaixo) metiam um medo tremendo em mim.

Hoje em dia minha elasticidade é zero. Mas mesmo sendo uma péssima ginasta e não entender muito do esporte (nunca sei se uma atleta foi bem ou mal, salvas raras exceções), e apesar de eu saber que quase torturam as crianças pra sererm grandes ginstas (tipo, tem umas com cara de criança de 10 anos nas competições), eu acho o esporte muito bonito. Por isso, deixo aqui 3 grandes momentos da ginástica olímpica.

1. A nota dez de Nadia Comaneci (o 10 nem cabia no placar porque não tinham digitos suficientes). Notem a cara de desgosto das adversárias : P

2. O duplo twist carpado ao som de brasileirinho de Daiane dos Santos

3. A apresentação elogiada de Jade Barbosa, a esperança do Brasil em Pequim (ou Beijing)

Anúncios

Um comentário sobre “Top 3 ginástica olímpica

  1. Eu também fiz ginástica olímpica na Sopiga. As professoras me xingavam pq eu insistia em vir com um “maiô” (não sei o nome daquilo) amarelo, ao invés com o do clube.

    E eu também desisti por causa do medo. muuuito medo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s