Discussão sobre o final do mangá Chobits

Como não encontrei na Internet nenhum post falando sobre o final de Chobits, só resenhas superficiais e idiotas, resolvi discutir aqui. Pra quem não sabe, Chobits é uma famosa obra do Clamp, um grupo de roteristas/desenhistas de mangá do Japão. Então, se você pretende assistir o anime ou ler o mangá, saia fora desse post imediatamente.


Chii

A obra se ambienta num futuro não muito distante, no qual robôs com aparência humana chamados de persocons convivem com os seres humanos. Esses robôs são construídos sem nenhuma finalidade além de divertir o seu compradores. Uma espécie de bicho de estimação robótico na forma de humano. Algumas pessoas claro, acabam utilizando o brinquedinho para saciar seus desejos sexuais.

O protagonista da série, Hideki Motosuwa, mais um daqueles japoneses losers que são timidos demais pra chegar numa mulher. Por isso, o sonho dele é ter um persocon só pra poder transar com ela. O problema é que persocons são caros e ele é um relés estudante de cursinho. Uma observação: os tais robôs se chamam persocons ao invés de robô porque o criador não queriam que eles seguissem as tradicionais 3 leis da robótica de Isaac Asimov.


Hideki e Chii

O que acaba acontecendo logo no início da série, é que Hideki encontra uma persocon no lixo. Claro que ele pega pra ele, e a nomeia de Chii. Ai que os mistérios começam a surgir, e só são resolvidos nos últimos momentos do seriado. Os mistérios surgem quando os amigos mais entendidos de persocon de Hideki percebem que Chii pode ser um Chobits. Chobits é um série especial de persocons que podem desenvolver sentimentos própios (persocons tradicionais devem ser programados).

O que eu acho interessante nas obras do Clamp é que elas sempre têm dois níveis que podem ser acompanhados. Um raso e um outro mais profundo. Explicarei melhor. No caso de Chobits, a história é cheia de piadinhas, com algumas partes meio hentais/ecchi, explorando especialmente a ingenuidade da Chii e do Hideki. Tirando o fato de ter uma leve pornografia, uma criança poderia acompanhar e gostar, porque é tudo muito fofinho, kawaii, engraçadinho. Mas a história na realidade não é superficial assim, pois ela tem uma outra camada que pode ser acompanhada. No caso, é todo o dilema sobre se é possível, e principalmente, se é certo se apaixonar por um ser artificial. E o Clamp coloca isso de forma homeopática sem parecer forçado: são contadas várias histórias explorando esse tema, como a história da mulher que o marido trocou pra ficar com uma persocon, o carinha que construi um persocon pra substituir sua irmã, etc.


Sumomo, a pocket persocon de Shinbo

No final de Chobits, descobre-se finalmente que de fato Chii é um chobits, e ela foi criada pelo Ichan (sim, o mesmo de Angelic Layer, o Clamp adora brincar com crossovers) para ser sua filha. Não fica bem claro porque, mas logo no inicio dá série, descobrimos que o botão de ligar/resetar a Chii fica lá naquele lugar tapado pela calcinha. Justamente por isso, sempre que alguém tentar tirar a virgindade da Chii, ela é resetada, e esquece tudo o que aconteceu. Portanto, ela procura alguém que a ame pelo o que ela é, não alguém que a veja como um mero objeto sexual. Na minha interpretação, Chii é meio que uma experiência do criador, para ver se é possível um ser humano se apaixonar por uma persocon mesmo sem a possibilidade de sexo.


Abertura do anime

Hideki mesmo sabendo disso, acaba ficando com a Chii, e o mangá termina num tenro abraço entre os dois. Inicialmente, eu achei esse final totalmente brochante (nos dois sentidos : P). Mas depois, eu acabei achando bonito, e muito condizente com os demais mangás do Clamp. Quem acompanha os mangás delas, nota que elas sempre mostram o amor como algo puro, o amor pelo amor, livre de qualquer preconceito. Tanto que existe vários casais homossexuais, e até amor (puro) entre crianças (Sakura e Shoran em CardCaptor Sakura).

É por essas e outras que embora elas produzam mangás fracos às vezes, como Angelic Layer, eu admiro demais e sou fã do trabalho do Clamp. E é por isso que elas fazem tanto sucesso, já que conseguem agradar tanto aqueles que só buscam uma obra bonitinha, como aquele público mais exigente, que quer uma história com algo a mais.

PS: Parece que no anime,tudo é bem mais conservador, no final, por exemplo, não deixam explicito várias coisas, como por exemplo, que a Chii nunca poderá ter coito (acho essa palavra engraçada : P) com Hideki, portanto, mesmo com o anime tendo uma linda animação da Mad House, músicas boas e tudo mais, leia o mangá, que foi publicado no Brasil pela JBC.

Anúncios

14 comentários sobre “Discussão sobre o final do mangá Chobits

  1. Eu li Chobits até o número 10 se não me engano, depois infelizmente a fonte que me fornecia os mangas secou hauahu, ele parou de comprar e eu fiquei sem saber o resto da história.
    Gostei de Chobits, mas não sei se posso me considerar um fã do Clamp.
    E Chobits sempre me lembrou um pouco de Video Girl Ai

  2. Lembra mesmo, já que ambos tem uma entidade (ai/chii) feita só pra entreter o dono.

    Eu gostei do bastante do que li de video girl ai, mas infelizemente, nunca cheguei a completar a coleção.

  3. Eu gostei muito do anime e talz, mas tem uma parte que a irmã da Chii, fala que só alguém que a ame de verdade pode tocar, creio eu que talvez Hideki possa ter sido muito feliz no fim das contas ;D mas depende da maneira de interpretar de cada um, post nota 10! Flw!

  4. Eu tbm gosto muito da Clamp, já li Sakura Card Captor, Chobits, agora estou lendo Tsubasa Reservoir Chronicle e xxxHolic!
    Eu gostei do fim de Chobits, mas eu não tinha parado para pensar sobre ele…

  5. Cara, eu acho assim.
    Chobits era pra ser bem mais kawaii *–*
    Acabou realmente MUITO brochante nos dois sentidos!!
    Já que ele era CHEIO de coisinhas hentais 🙂
    Pensei que ia ter uma beijo( PELO MENOS 1 BEIJO)
    Acho que o Clamp é contra beijos KKKK’
    mas tipo, é fofo *o*
    mas como sempre o clamp ADORA estragar nosso prazer –‘
    Mas ainda sou fã da obra das meninas (:
    :*

  6. Tenho uma opinião bem parecida com a sua sobre Chobits. A Clamp é um dos meus grupos preferidos exatamente por trazer esse lado mais ‘sonhador e puro’ do amor e, ao meu ver, em Chobits chega numa profundidade bem grande.
    Muito interessante essa relação Hideki/Chii. Primeiro pelo sempre atual tema de Andróides, e segundo pelo amor pela que se é e não pela que se quer.
    O anime do Chobits achei uma decepção.

  7. Não achei o final do anime Chobits ruim, não precisa ter cena de beijo para entender que o Hikeki ficou com a Chii.

    Sobre o assunto do “amor artificial”, não entendo qual seria o problema de uma pessoa amar um(a) persocon. Cada um escolhe o que quer da vida, sabendo que tudo tem a sua consequência.

    Obs: Quem quer assistir cenas de beijo e sexo procura por hentai.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s