Descobri que não sou nerd !

Bom, eu sempre me achei super nerd. E vou explicar porque. Ok, eu nunca usei óculos, mas também nunca gostei de usar no dia a dia brincos e maquiagem. Embora gostasse de boy bands na adolescência, nunca gostei de pagode, samba, funk, e assemelhados, o que sempre me deixava meio isolada. Também sou BEM introspectiva. Apresentações em público sempre me causam pavor. Só fui começar a me interessar em ficar/namorar bem tarde. E claro, adoro video game, filmes, livros e computadores. E gostava de computadores desde o tempo que computador pessoal no Brasil não era algo muito comum (ainda guardo orgulhosamente meu certificado de curso de MS-DOS e Windows 3.11).

Quando fui escolher o meu curso, enquanto os coleguinhas e amigos escolhiam profissões mais tradicionais como direito e engenharia, eu escolhi Ciência da Computação. O que me levou a aprender derivadas, integrais e programação.

Eu achava que tudo isso bastasse pra ser nerd.

Mas por causa da Internet (e também por causa de alguns colegas de curso), descobri que existe gente tão nerd, mas tão nerd, que me faz me sentir a pessoa mais “normal” por assim dizer, do universo. Me faz até me sentir fake se eu me autodenomino nerd. Nem consigo mais sentir o nerd pride.


I feel like Penny sometimes.

Talvez até o fato da nerdzice ter virado meio modinha, vide seriados de super sucesso como The Big Bang Theory (que eu gostava antes de virar modinha, vide esse post antigo), ou o fato da tecnologia estar mais presente entre nós, especialmente computadores, tenha distorcido a concepção da palavra. Hoje em dia, quem vê seriados, gosta de filmes, computadores e tal, é só uma pessoa normal que gosta dessas coisas, parece que agora, pra ser nerd mesmo você tem que ser MUITO MUITO, MAS MUITO VICIADO MESMO.

Igual, se eu ainda tinha alguma dúvida se eu era nerd ou não, essa foto com minhas amigas, tirada em 2007, deve confirmar que não sou.


Eu sou a loser do meio descordenada que não consegue fazer o símbolo

Anúncios

16 comentários sobre “Descobri que não sou nerd !

  1. Ow, nas engenharias você vê o triplo de derivadas e integrais… além de ainda ter um pouquinho de programação até.

    Eu nunca me considerei nerd, embora sempre tenha sido chamado de tal na época em que ser nerd significava tirar notas altas.

    Todos esses nomes e conceitos que existem como nerd, emo, punk e etc pelo menos na minha opinião servem para caracterizar excessos, ou seja nenhum deles é saudável.

    Logo, aquele que se auto denomina alguma coisa raramente o é. E quem é, pode procurar um psicólogo… a não ser que se sinta bem ne

  2. Na Física, se aprende 18x mais integrais.
    E de quebra, relatividade, mecânica quântica, astrofísica, quarks, quasares, buracos negros supermassivos … e … FORTRAN e C !!!

    Vida longa e própera 😉

  3. HAHAHAH LMAO

    também tenho a coordenação motora de uma criança de 2 anos.

    Ou de um senhor de 97 com Parkinson, escolha.

    Sobre ser nerd ou não, bom, também sempre me achei meio nerd por não sair dos videogames, computadores, séries e filmes quando os amigos de infância seguiam outros rumos.

    Enfim, sempre averá um Sheldon em nossa vida para mostar que os limites da nerdice sempre serão quebrados.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s