Por que eu não gostava muito mas agora adoro How I met your mother

How I met your mother é uma sitcom no qual o protagonista (Ted) conta para seus filhos como ele conheceu a mãe deles. Só ele conta para os filhos histórias desde o momento que ele decidiu que queria casar, isso quando estava por completar 30 anos, logo são apresentadas todas as namoradas que ele teve desde então.

Nisso você conhece os amigos dele, Lily e Marshal, casal que se conheceu na faculdade, Barney e Robin.


Barzinho que a galera toma cerveja

Uma das grandes qualidades do seriado é a narrativa sofisticada em comparação a outras sitcoms: idas e vindas no tempo (não linearidade), flashbacks dentro de flashbacks, várias versões para um mesmo acontecimento (por exemplo, um mesmo acontecimento pode ser mostrado várias vezes na versão de vários personagens diferentes), etc. Em suma, é uma narrativa interassante, e como dito, não usual nesse tipo de seriado.

Além disso, as piadas e situações em geral são muito engraçadas, mas para mim uma sitcom precisa de mais do que isso para funcionar, precisa mais do que situações engraçadas, uma sitcom precisa de personagens carismáticos.

E era ai que residia o grande problema de How I met your mother pra mim: eu não achava seus personagens carismáticos. O Ted era romântico de um jeito carente e irritante, Lily e Marshal um casal perfeito sem falhas e o Barney um sem vergonha que mesmo engraçado era nojento pra mim. Só quem se salvava era a Robin, a canadense mais legal do mundo depois de Alanis Morissette.


Robin e Barney

Mas como a série era MUITO bem falada, eu felizmente segui assistindo mesmo sem estar curtindo tanto (afinal era só 20 minutinhos cada episódio). Bem que eu fiz. Talvez seja aquele apego aos personagens que vai se criando a medida que se assiste uma série, mas mais tarde (tipo metade da primeira temporada) eles ficaram bem mais interessantes. A Lily e o Marshal acabam tendo problemas normais que todo casal enfrenta, o Ted acaba namorando algumas personagens e a gente vê que ele não é tão carente e irritante assim (embora ainda seja o personagem menos interessante).

Mas a grande mudança de paradigma aconteceu em relação ao Barney. Aos poucos nota-se que embora ele seja cachorrão, ele tem motivos no passado dele, e que ele de uma forma mesmo que estranha, ama bastante sua família e amigos, e pode até mesmo nutrir amores platônicos por um bom tempo. É meu personagem favorito atualmente, junto com a Robin.


Barney e uma de suas teorias loucas e ótimas.

O seriado está quase no fim da quarta temporada e pelo visto muitas outras ainda virão por aí. Recomendado para todo mundo fã do gênero.

Anúncios

16 comentários sobre “Por que eu não gostava muito mas agora adoro How I met your mother

  1. É dificil eu assistir alguma série só porque todo mundo está falando (com exceção de TBBT, que eu acho muito boa), mas tenho ouvido tanto sobre How I Met Your Mother que acho que vou tirar algumas horas para dar uma olhada.

  2. Não é nem spoiler o que vou dizer, mas como fã de HIMYM, tenho que admitir que os últimos episódios que foram ao ar da 4ª temporada estão um pouco bizarros. Não é nem por conta da história, mas é porque é impossível se concentrar nela já que as atrizes estão – verdadeiramente – grávidas e a produção tenta esconder as barrigas com todos os artíficios mais fail do planeta: bolsas, caixas, pastas.. enfim… Se pelo menos eles tivesse usado o senso de humor para contornar a situação (sei la, dizer que elas estavam engordando) não seria tão… bizarro.

  3. Nunca assisti esse seriado. O q posso dizer é q essa coisa das teorias representadas em gráficos, se é q é rotineira no programa, parece coisa retirada do Indexed.

    E, concordo: um personagem cativante é tudo para qq série. Fico imaginando o destino de um CSI (o original) sem o Gil Grissom. Quem viver verá.

  4. Esse eu não assisti. Mas o contrário também pode acontecer, né? A gente começar a assistir a série, super apaixonada, e depois ir desencantando…. Eu venho me sentindo assim com That’s 70… E peguei nojinho da Donna! :oP

  5. Eu adoro o Barney! Confesso que vejo mais por causa dele, quero sempre ver qual vai ser a próxima teoria ou besteira que ele vai fazer/falar. Marshall e Lily são ótimos e a Robin quando encarna o menino-canadense que tem dentro dela é muito bom!
    Por mim o Ted podia logo encontrar a mãe e fazerem um spin-off com os outros.

  6. O que achei irônico mesmo, é que li por aí que o Barney, o ator, é gay. Ele é ótimo fazendo o papel de cachorrão autossuficiente (tá certo assim pelo novo acordo ortográfico?).

    O Ted é mesmo sem graça, mas é ele que “conta” a história, então se torna indispensável.

    E quando à Tati que disse que pegou nojinho da Donna. Eu peguei nojinho da participação que ela fez em HIMYM, hahaha. Você chegou a assistir esse episódio?

    Eu sou a mais perdida em relação a temporadas e episódios ^^.

  7. Eu tava procurando uma sitcon pra assistir, acho que vou baixar essa então. Mas eu deixo aqui uma dica. Assistam my name is earl. Muito bom. Pra quem não sabe a história é de um cara que passou a vida dele todaroubando, mentindo etc… e a vida dele é uma merda. Quando ele vê na tv um cara falando sobre carma ele percebe que a vida dele é ruim por isso, e resolve desfazer todas as coisas ruins que ele já fez na vida. Muito boa a série.

  8. Oi, cheguei neste post de novo procurando por “How I Met Your Mother ” no google! E, respondendo à Beeanka, não cheguei nesse episódio ainda não!! Agora quero ver!

    Engraçado que este post é de 04/2009 e na época eu comentei que não assistia e talz. Agora já estou na segunda temporada e AMO o Barney. Amo!!! =D

  9. Comecei a primeira temporada agora e realmente o Ted é irritante pragarai!Aquele cabelinho dele de tintin molhado…Personagem menos interessante.

    Os primeiros episodios foram muito sem graça pra mim, mas depois melhora. O Barney é muito engraçado. Um Hank Moody galhofas.

    O Marshall tb é muito bom. Como ator, o Jason Segel é excelente!

    Nice Post =)

    (alias foi esse post que me fez xepar a primeira temporada de um amigo meu!)

  10. a lilly eh a melhor…. doida de pedra…
    seguida pelo marshall e suas teorias doidas e jogos… hahahah

    gosto tbm das crianças (filhos do ted) q nao aguennnntam eskutar as historias hahahaha

    mto bommm… curto bastante os jogos com flashbacks e visao dos personagens… mto legal mesmo!!!!

    um dos melhores seriados q ja assisti!

  11. ola suas vacas descontroladas vao pastar ja iam né, esta serie nao e cousa nenhuma né suas parvas, arranjem vida né putas né sao mesmo burras né odeio barney e lily né e ted e robin né e marshall né voceses sao vacas burras né e o q disse q gostam de criancas né e pedo alert né seu vacao né e mesmo trololol né

  12. eu adoro suas vaca trengas né nao sejam putas e porcas eu gosto muito de how i met your mother mas nao gosto de taradas que continuam a falar como se fosse a sua vida, e so um show de televisao crecam ne vACAS LOUCAS PUTAS cABROES

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s