Quando meu tamagochi morreu

Essa história “traumática” serve como prova de que podemos nos apegar a máquinas e algoritmos, pelo menos quando crianças. Vou contar pra vocês a história sobre como eu chorei quando meu tamagochi morreu. Sim, eu chorei por isso : P

Era mais ou menos meados de 1996 e a febre do Tamagochi tinha começado. Todo mundo queria ter esse bichinho virtual. O problema é que custava algo como 50 ou 100 reais, não lembro bem, só lembro que era caro pra um brinquedinho. Mas vejam bem, era justamente a época que o dólar estava baixo, tipo, 1 dólar = 1 real, e logo viajar estava mais barato. Graças a isso, meus pais puderam dar pro meu irmão uma viagem pra Disney. E adivinhem o que ele trouxe pra mim de lá por um preço mega módico ? Acertou quem falou tamagochi ! Óbvio que vibrei muito, enfim eu tinha em mãos o brinquedinho da moda. Comecei a cuidar dele com muita dedicação, mas tinha um problema: O bicho acordava muito cedo, tipo 6 da manhã, o que me obrigava a levar ele pra aula.


Cuida de mim ? ^_^

Só que, como já contei nesse blog, eu era muito impopular no meu colégio. Eu era aquelas alunas quietinhas que sofria bullying e tal, por sinal, uma pesquisa diz que crianças populares sofrem de menos problemas de saúde quando adultas. Isso deve explicar porque eu tenho rinite, sinusite, bronquite e outra ites, mas isso não vem ao caso. O fato é que apesar da impopularidade, quando levei o tamagochi pra escola, eu imediatamente virei o centro das atenções, pois todo mundo queria ver e brincar com ele. E ai a febre aumentou e todo mundo começou a comprar o seu tamagochi na minha sala.


Se ela fosse minha colega, será que seria mais popular que eu?

Tive meus minutos de fama instântanea graças ao meu massacote virtual (não é massacote, é mascote ). A febre era tanta, que os professores proibiram que os alunos levassem tamagochi na sala de aula. Eu óbviamente não levei a sério a probição e continuei levando o bichano, isso até o dia que a professora pegou ele de mim e só me entregou no fim da aula. E ainda ameaçou que na próxima vez não iria devolver nunca mais.

professora má
Reconstituição da cena na qual minha professora fala que nunca mais vai devolver tamagochis

Aí parei de levar porque eu não gostava de quebrar as regras né, e deixei com minha mãe. A questão é que minha mãe gosta de acordar tarde, tipo 11 horas, e o tamagochi, como eu disse, acordava as 6 da manhã.

Quando cheguei em casa lá pelo meio dia, minha mãe disse que o tamagochi tava meio estranho. E aí começou o drama: quando fui averiguar, ele tava com aqueles X nos olhos, tipo assim oh –> x_x. Percebi imediatamente que ele tinha falecido. Estava muito calor (no mundo dos tamagochis), e ninguém tinha ligado o ar-condicionado dele, levando ao seu óbito virtual.

E nisso, um diálogo mais ou menos assim teve início:

Eu: Mãe, porque tu não cuidou dele ?
Mãe: Quando eu acordei ele já tava assim.
Eu: O tamagochi que eu cuidei com tanto carinho virou churrasco agora !!!
Mãe: Não te preocupa, reseteia e começa de novo. Não dá pra resetear ?
Eu: Como assim !?!? Como assim ??? Mãe, eu vou te explicar uma coisa: não se reseteia uma vida !!! Quando eu resetear vai ser outro tamagochi !!!

Nisso, minha mãe continua com seus afazeres porque, claro, não tem como dar bola pra uma criança falando essas tosquices. Logo depois meu irmão começou a rir da minha cara por que eu tava chorando por tamagochi.

E vocês ? Me digam, ficaram tristes quando seus tamagochis morreram ? Ou foi só eu mesmo no mundo todo? : P

Anúncios

359 comentários sobre “Quando meu tamagochi morreu

  1. Olá gente aki estou eu devolta bom ainda não é sexta é quarta mas só estão faltando 2 dias agora!!!

    KKKKKKKKKKKKKKKKKK gente confesso estou apressado pra ganhar kkkkkkkkkkkkk 😀 >.< hehehehehehehehehe

  2. oi gente hoje vou contar uma coisa eu tive um tamagotchi eu cuidava super bem DELE ai levei ele pra escola minha professora nao brigou comigo porque ele ficava quetinho ai chegou a hora do recreio ai uma amiga minha machucou beu bichinho virtual sem querer ai NA HORA DA EDUCASAO FICISA outra amiga minha tambem sem querer quebrou a conrrentinha eu quase chorei mais ai ela achou e me deo entao chegou a hora de ir pra casa QUANDO CHEGUEI EM CASACUIDEI DELE CERTINHO AI PASSOU UM TEMPO E A BATERIA ACABOU EU CHOREI POR MAIS OU MENOS 1 HORA MINHA MAE FALOU QUE IA COMPRA OUTRO MAIS FIQUEI MAIS TRISTE AINDA AI EU SICEI TANTO NO BICHANO QUE ARREBENTOU ANGUMS FIOS E SEI QUE ATE HOJE AMO MUITO ELE E NUNCA VOU ME ESQUECER DELE APESAR DELE SO DURA 2DIAS

  3. eu, quando tive meu primeiro tamagotchi (aqueles rakuraku dinokun, dinkie dino, um dos dois!) era mto pequenininha e não sabia cuidar deles, então em algumas horas os meus bichinhos morriam, mas eu resetava eles!! agora q tenho 11 anos, implorei p minha mãe comprar um igualzinho ao q eu tinha qndo pequena pelo mercado livre, e ela conseguiu um por menos de 20 reais… ainda não recebi ele, mas qndo meu bichinho morrer pq não foi bem cuidado, eu vou brigar mto com infeliz q o matou!! eu acho super normal crianças chorarem, só acho besta pessoas de 12 ou 13 anos chorarem por causa d um bichinho virtual, como uma vizinha minha fez ontem mesmo!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s