Dragon Ball Kai = Dragon_Ball_Z.zip

Já teve tanto rumor de uma nova versão de Dragon Ball, mas tanto rumor falso, tipo Dragon Ball AF, que quando ouvi fala do Dragon Ball Kai nem dei bola, achei que era só mais um hoax qualquer. Mas não é que o negócio é de verdade mesmo?

Não são novos episódios, mas um remake de Dragon Ball Z com o diferencial de não ter toda a enrolação. Uma espécie de “director’s cut” Como assim?

Bom, no Japão, os animes começam a ser produzidos logo que um mangá começa a fazer sucesso. O problema é que mesmo com só um episódio transmitido por semana, logo o anime alcança a parte da história que o mangá está. Claro que para adiar isso ao máximo, muitas produtoras de anime tentam deixar o ritmo da história bem mais lento, mesmo que isso não seja a intenção original do autor da história. Além disso, existe a grande inclusão de fillers, isto é, histórias criadas especialmente para o anime não existentes no mangá, apenas pra dar tempo do mangaka (autor de mangá) de criar mais histórias.

Embora seja comum os fillers nos animes, Dragon Ball Z é um dos destaques nesse quesito: ele é amplamente reconhecido pelo seu fator enrolation: as 4 sagas do mangá viraram nada menos que 291 episódios, o que é um número formidável mesmo em se tratando de animes longos, nem Naruto tem tanto. O único que eu me recordo que tem mais episódios do que isso é One Piece (que já passa dos 400). O objetivo de Dragon Ball Kai é recontar a mesmíssima história de Dragon Ball Z em enxutos 100 episódios, vejam bem, em pouco mais de 33% do tempo do anime original, ficando com um ritmo mais parecido com o do mangá, sem os fillers e a enrolation não intencional do autor.

Mas Dragon Ball Kai não é “só” um Dragon Ball Z com menos episódios, ele também tem toda uma trilha sonora nova. E isso inclui abertura, encerramento e as músicas de fundo. E nesse quesito DBKai perde feio. A abertura e encerramento são bons, o que eu não entendo é porque não criaram uma música nova em que o Hironobu Kageyama fosse o cantor. Kageyama cantou quase todas as músicas de DBZ, inclusive a inesquecível Chala head Chala, ele é a voz do anime, e tira-lo de Kai pra mim foi um erro, mesmo com a justificativa dos produtores quererem fazer algo novo, acho que o Kageyama podia muito bem ser mantido com novas canções, afinal, o cantor está na ativa, e frequentemente participa de convenções otaku. Mas o pior mesmo é as músicas de fundo. As de DBZ são muito boas e por enquanto, DBKai não marcou nesse aspecto.

Mas vamos logo comentar a a questão principal, o número de episódios. Não que DBZ seja legal por causa da enrolação, mas cortes demais também é ruim, e DBKai parece que exagera nisso. Por exemplo, em DBKai, o Goku anda pelo caminho da Serpente durante dois episódios! Eu disse dois! Uma serpente que tem 1 milhão de quilometros é percorrida em 2 episódios ao passo que em DBZ o percorrimento dela leva mais de 10 epis chutando por baixo! O mesmo pode ser dito do treinamento do Gohan feito pelo Piccolo. Em DBZ aparece todo o desenvolvimento dele de garoto chorão para guerreiro, já em Dragon Ball Kai, ele logo desce daquela montanha e começa a lutar! A parte que ele ganha a roupa igual a do Piccolo nem é mostrada também.

Falta um desenvolvimento melhor da história nessa versão resumida. As coisas acontecem rápido demais. Claro, essa nova versão elimina muita coisa chata, como as mulheres serpentes que o Goku conhece e o amiguinho robô do Gohan só pra citar alguns exemplos. Mas tem corte demais. Acho que de repente 150 ou 170 episódios teria sido um número mais adequado. De repente na Saga Freeza eles consigam achar um ritmo melhor (se é que é possível em 100 episódios), mas pelo menos a Saga dos Sayajins (primeira saga) tá rápida demais.

Mas não deixo de imaginar o que eu pensaria se eu tivesse visto Dragon Ball Kai antes de DBZ, talvez que DBZ é enroladaço e Dragon Ball Kai tem o balanço perfeito : P

Mesmo com esses contras, tá sendo MUITO legal ver o Dragon Ball Kai. Não tenho tempo/saco pra rever quase 300 episódios de novo mas rever a mesma série em só 100, e ainda por cima com uma animação bem melhorada está sendo ótimo. Falando na animação, a de DBZ por ser antiga, era bem ruim, e agora tá OK, refeita em widescreen e mantendo o character design original. Sobre isso, baixe o anime em alta qualidade pra poder aproveitar bem esse ponto. Pena que tá havendo uma pequena censura em relação a presença de sangue em comparação a versão Z. Não que sangue seja o importante na história, não acho que DBZ seja legal pela violência, mas pra que amaciar essa versão nova? Qual o objetivo? Ser mais comercializavel nos exterior pela TOEI?

Mesmo com os contras, recomendado, tanto para fãs como não fãs! Tô super ansiosa pra ver a minha saga favorita, a saga Cell em DBKai.

Logo a série deve chegar no Brasil, dublada, já que Dragon Ball é um anime de muito sucesso e apelo, mas como vai demorar, o jeito é procurar por sites de download e ver a versão em japonês legendada.

Anúncios

15 comentários sobre “Dragon Ball Kai = Dragon_Ball_Z.zip

  1. “Apenas” 100 episódios? A história inteira do Yu Yu Hakusho é 112 e eu já achava longo, mesmo passando todos os dias na Manchete.

    E One Piece, 400 episódios?? Isso passa semanalmente no Japão? Putz, quantas décadas dura o anime?

  2. mas yu yu hakusho tinha sagas menorzinhas, dai cabia em 112 epis.

    One piece ainda tá rolando no japão, vai chegar em 500 episódios certo. Acho que tá desde 97 rolando por lá.

  3. Olhei a saga saiyajin e discordo do anime ser corrido. Se você reparar o caminho da serpente no mangá é até menor do que foi mostrado em DBKai!!! O treino do Gohan é inexistente. Até deram uma aumentadinha na história.
    Valeu!

  4. Fiquei empolgado quando soube de Dragon Ball Kai, especialmente porque o anime seria relançado em alta definição! Mas, assim que baixei o primeiro episódio, vi que o “HD” era apenas os velhos desenhos remasterizados (ou refeitos; sei lá como se fala isso no jargão técnico).

    Sei que é muita pretensão, mas esperava que tudo fosse refeito com tecnologias atuais, mais ou menos (menos, bem menos, pra ser sincero) como o que estão fazendo com Evangelion no Rebuild of.

    No fim, pelo menos para mim, Dragon Ball Kai é uma decepção que não agrega nada à obra do Toriyama. A melhor homenagem feita a Dragon Ball, mesmo, foi aquele episódio especial comemorativo aos dez anos do fim da série.

    []’s!

  5. Muahaha , com minha forma perfeita eu consiguirei derrotar TODOS vocês que comentaram, seus vermes insolentes,
    Vegeta: Ei nao copie meu palavrao seu verme

  6. I’ve seen this until episode 21, at the finish of the arc about the black kirin, Taiki. Situated on these installments, I completely agree about the points in your critique. The tale started actually slowly for me, and at first, Youko’s character was actually trying but as the story collected stride and she commenced to rise, it really turned up its stunning level to the max. Alas, I feel really worried to finish it due to the unfinished nature of the last arc, which is a continuation about Taiki, my favorite character in the series. I’m thinking of finding at least the novel about the last arc in the television series, before I keep observing, so I can at least read the novel to truly enjoy the last arc.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s