Nostalgia: Pump it up

Esse post é pra aqueles que curtiam Pump it up, as famosas máquinas de dança encontradas em quase todo fliperama que se preze e que viraram mania há pouco menos de 10 anos.

Meu vício nelas foi simplesmente total. E o pior é que eu nunca fui de dançar nas danceterias da vida, isso provavelmente se deve ao fato que o pump mostra como você deve dançar (por mais difícil que seja seguir as setinhas dependendo da música e do nível) ao passo que na danceteria, você tem liberdade total nos movimentos, o que torna tudo muito mais complicado : P

Tudo começou no tempo que eu fazia cursinho, eu ia religiosamente todo sábado passar tardes no Rua da Praia Shopping pra torrar dinheiro em fichinhas de 1 real. Era tão bom, e tanta gente ia que era impossível não conhecer um monte de pessoas legais na fila pra jogar.

Como me deu um ataque nostálgico, resolvi postar 7 músicas do pump marcantes para mim. Como podem notar, são músicas das versões mais velhas da máquina, nem sei quais tão rolando agora.

Entre parênteses o nome da banda que toca a música.

Run to you (DJ Doc): Como essa música é uma das mais fáceis, acaba sendo uma das primeiras que a pessoa vicia. O ritmo animado dela, o refrão pegajoso e em inglês (porque cantar em coreano é impossível, japonês é fácil perto) faz ela ser parte obrigatória dessa lista.

We are (Deux): Marcou porque ela tem uma parte no começo que dá pra fazer uma voltinha muito legal. E todo pumper adora decorar partes da música pra fazer uma voltinha sem olhar pra tela : P

Turkey march (Banya): O legal dessa música de ode a paz é a parte que pra tu acertar as setas tem que fazer uns passinhos como se estivesse cavalgando. Marcou porque foi a primeira música mais dificelzinha que eu consegui dançar no nível crazy. Impossível dançar ela com velocidade menor que 4X.

Winter (Banya): Eu sou praticamente uma ignorante em se tratando de música clássica, mas eu curto. A minha favorita é Inverno das Quatro Estações de Vivaldi. No pump tem essa versão eletrônica dessa música e ficou muito legal, pena que eu nunca consegui terminar ela com A, já que nunca consegui fazer a voltinha direito. Simplesmente não conseguia acompanhar os passos. Mas adorava igual.

Another Truth (Novasonic): A música em si eu não curtia muito, era pesadona demais, mas eu adorava jogar porque era uma pulação só, sério, mil calorias perdidas só nessa música : P

Don’t bother me (Tashannie): Curtia porque era fácil e boa de dançar no double (usando os dois tapetes), por isso joguei muito ela, ainda mais que eu era ruim no double e só conseguia essas mais fáceis. O mesmo vale pra música Funky Tonight.

Oh! La rosa (Banya): O video do fundo era um dos mais legais de todo o pump, uns desenhos muito lindos. Adorava ver as pessoas jogando essa música só pra ver o video, afinal, ainda não tinha youtube na época ; )

Slam (Novasonic): A música do carro de corrida. Foi uma das poucas que tinha três setas ao mesmo tempo que eu conseguia acertar. Se você for ver o video, já aviso que eu não passava nesse nível que tá sendo mostrado : P

Esses dias eu tava vendo quanto custava uma máquina de pump, e encontrei usada no mercado livre por 20 mil reais. Quando eu for ricona, ricaça, e principalmente, ter um lugar pra por o trambolho, eu vou comprar. E não me digam que botar um tapete no playstation é igual porque não é.

Anúncios

14 comentários sobre “Nostalgia: Pump it up

  1. A winter faltou ali, tem outra Turkey March no lugar uehuaehua

    Eu nao sei jogar direito esse troco, mas uns 2 veroes atras eu jogava direto em tramandai, mas mal conseguia jogar no hard acho euahuea. Mas era bem legal e viciante mesmo, e as musicsa ficaram na cabeca. Em especial a Winter, Pump Me Amadeus e a Moonlight, que sao todas remixes de classicas, sao as mais emocionantes.

    Queria ver tu dancar isso, achei que tu era descordenada uehauehaueha mas se joga no crazy tem jeito pra coisa

  2. Valeu a dica, já arrumei.
    Bem isso, as remixes são as melhores mesmo.
    HAHAHA, eu sou descordenada, mas eu joguei tanto, mas tanto, que até fiquei boa, dançava várias no crazy, mas não sei se consigo mais, acho que me falta fôlego : P

  3. Quando tinha 10 anos (tenho 14 agora) eu ia com meus pais no shop e sempre jogava aqueles jogos de carro/moto/tiro e via o povo se divertindo nisso, nunca tive coragem e não tenho até hoje.

  4. Imagina, a galera que fica jogando pump em geral é bem parceira, certo que se tu chegar na máquina de dança, e tiver alguém jogando, essa pessoa te ajuda a escolher uma música fácil pra começar.

  5. Faltou Fighting Spirit, Beethoven Virus, Empire of the Sun (do Novasonic, não a banda), I’ll be Back, I’ll Give You All My Love, Le Code De Bonne Conduite, Mobius Strip , Final Audiction, Canon-D (A preferida das menininhas e zaz), Love is a Danger Zone, Starian (Uma vez ouvi na balada, pirei). Se um dia quiser fazera continuação, tá feita! 😉

    Eu lembro de uma época que tinha Take on Me, mas não tenho certeza se era isso ou outra música ou imaginação minha ou BLEH.

    Eu gostava de Lazenca também, mas só de ouvir. Pena que nunca achei nada do Space Rock Opera pra baixar…

  6. Bah! Que nostalgia!
    Isso que eu nem jogava mto, só gostava de ver as pessoas jogando pq sou totalmente descoordenada pra jogar 😀

    O mais engraçado é que acabei vendo o teu post depois de jogar DDR no PSX2 😛

    Boa viagem! ^^

  7. Ixi… eu vou às vezes, tenho 12 anos agora, mas, só tenho coragem pra ir no “training”, e também acontece que eu não consigo tirar as mãos daquele ferro que fica atrás de você (mas não tirava mesmo, só quando eu tava bem disposto), uma vez eu quase caí porque eu não larguei o ferro 0-0, e também errei um monte de setas por causa do ferrro –‘, mas eu vou treinando, quando eu conseguir entro no arcade station (acho que isso vai acontecer quando eu tiver 15 anos), AH! E faltou uma música que adoro jogar no training, é a Betthoven Virus, é muito boa, me amarro nesses remixs de músicas clássicas 🙂

  8. xD… qndo eu tinha 9 anos eu jogava em POA, num fliperama q tinha lá na Saturnino de Brito, no hard ^^ era só Run to You, We Are(amava a voltinha dela xD), Don’t Bother Me, as clássicas! Agora tenho 16, jogo em Manaus, tem NXA aki. Agora só crazy e nightmare, e morro de saudades das músicas antigas =)

  9. Simplismente adoreiiiii seu blog… eu tb era viciadaa nessa maquina, levava meu pai a falencia, ate os amigos dele pagava pra mim, so por ve o quanto eu me divertia dançando na maquina, cada vez q eu ia queria mais e mais… infelizmente tive q sair do Brasil e aqui aonde moro nao tem essas maquinas, sinto muitas saudades, pois essa epoca foi otima na minha vida, eu tinha 11-12 anos e fazia muitos amigos no fliperama. eu me lembro q minha primeira musica foi ” bomba, para dançar isso aqui é bomba” kkkkkkk e depois fui subindo de nivel!! rsrsrs

  10. Olá, pessoal!
    Bem legal teu blog. Gostei pra caramba. Achei bacana tua ideia de homenagear nossa poderosa Pump. Só achei estranho a parte do “nostalgia, foi, viraram, ia, era”, etc etc etc. Pareceu que a nação Pumper do Brasil foi pro espaço.
    Sim, porque você não tenta voltar algum dia? Garanto que você não pode dizer que não consegue sem tentar. rsrsrs
    Lembrando: Já que você já esteve na Crazy, use o código 175939571 (Faça um M indo e voltando) e veja quantas músicas e dificuldades estão disponíveis agora! Experimente! Algumas sugestões: Sorceress Elise, Starian, Chocolate, Moonlight… Tudo no nível Single 4 ou 6.
    E VIVA NOVA ERA PUMP!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s