A difícil vida de adolescente histérica dos anos 90

Você, adolescente que hoje tem acesso a tudo sobre seu ídolo, de graça, sem custos, a apenas um clique de distância, não sabe como era a vida da adolescente há não muito tempo atrás.

Opa, não tanto tempo assim atrás.

Mas depois falam que as adolescentes de hoje são mais loucas que as de 10, 20 ou 50 anos atrás … a única diferença é que hoje é mais documentado.

Bom, no meu tempo de adolescente, a moda músical pode ser resumida em 3 bandas:

1. Os Backstreet Boys (e seus derivados como N’Sync)

2. Hanson

3. Spice Girls

No mundo dos atores, a febre era Leonardo DiCaprio.

Fazendo um paralelo com o mundo atual, o ator é Robert Patinson, como nossa amiga Kirsten Dunst já fez a comparação. Na música, Restart e Jonas Brothers (ou sei lá mais quem, Luan Santana, Cine, tem tanta banda fazendo sucesso que já nem sei mais qual é a top top)

Hoje em dia, é tão fácil ser fã, não precisa nem comprar o CD da sua banda favorita, é só digitar no computador e você tem um videozinho, tem uma foto, tem as músicas, tem o show completo.

Agora, adolescente, imagina sem internet, como ser fã?

Vou contar como era. Primeiro, comprar o CD da banda era obrigação. CD é aquele disquinho redondo com um furo no meio que toca as músicas, não tinha iPod e tal sabe : P

Só no CD, era tipo 25 reais que se iam. A grande graça era escutar as músicas lendo o encartezinho com as letras das músicas (porque nao tinha sites com as letras, quer dizer pode até ser que tinha, mas quase ninguém tinha Internet mesmo).

E fotos do seu ídolo? A solução era as famosas pastas. Toda adolescente tinha a sua. Você comprar duzentos Caprichos, Atrevidas, Todateen, enfim, e recortava as fotos do ídolo, reportagens, tudo, e guardava as páginas na pastinha preta. Depois levava na escola e se exibia pra todo mundo : P

Nas revistas eram infinitos reais que se gastavam, mas sempre valia a pena.

E pra assistir aos clipes? Sem Youtube, existiam duas maneiras. A primeira era ficar vendo MTV o dia todo e gravar quando passasse. A segunda, era comprar as fitinhas que as revistas adolescentes vendiam. Só que essas eram sempre meio caras. Dai quando uma amiga comprava … era reunião na casa dela pra assistir e ficar discutindo qual era o BSB mais gato (não achava nenhum muito gato), a música favorita dos Hanson (Mmmbop óbvioooo), qual Spice Girls você se identificava mais (Emma e Mel C), etc.


Eu tinha algumas !!! Pena que toquei tudo no lixo.

E pra encontrar outros fãs fora o círculo de amigos? Fã clubes !!! Nunca cheguei a fazer parte de um porque eu achava meio imbecil, mas era super in na época.

E no caso do Leo DiCaprio, a graça era ver todos os filmes que ele tinha feito pré-Titanic. E se chocar com o beijo gay em Eclipse da Paixão, discutindo com os trolls que ele não era gay !


Atuação gente, só atuação.

Bons tempos, por isso que não julgo as Crespuculetes, e fãs ensaidecidas por Restart.

Vamos falar de Pizzas, Pizzarias e tudo mais

Rodízio de pizza … lugar onde a criatividade rola solta. As pizzarias no desespero pra conseguir mais e mais clientes, inventam de tudo, mas de tudo mesmo. Todas as pizzarias rodízios são quase tudo a mesma coisa, mas no desespero de poder ter um diferencial no comércio, o golpe mais básico é aumentar o número de sabores de pizza oferecidos, mesmo que na prática a gente só vá na pizzaria em busca de 4 ou 5.


Literalmente uma pizza de hamburguer

Fora que normalmente os 1001 sabores tão tudo só no cardápio, só oferecem mesmo uns 20. Os outros só aparecem se o cliente levantar a mãozinha e pedir. Mas esse post não é pra reclamar das infames pizzaria rodízio, e sim enumerar os top sabores mais bizarros já criados ever. Vamos começar.

5. Pizza de Coração de galinha: bom, eu acho tri gostoso, mas perguntem pra qualquer estrangeiro: normalmente eles acham asqueroso botar miúdos de galinha em pizza, e se for o coração dela então pior ainda. Sabe a cara de nojinho que você faz quando ouve falar de chinês comendo espetinho de escorpião, barata e etc ? Pois é, na maior parte do mundo as pessoas fazem a mesma pra você e sua pizza de coração : P

4. Pizza de Strognoff: Essa é outra que eu acho gostosa, mas parem pra pensar na bizarrice da coisa: tão criando pizza cujo o sabor é uma comida já … daqui a pouco vão inventar a pizza de lasanha, pizza de arroz e feijão, pizza de panqueca, tipo, é só pegar uma comida e jogar em cima de uma massa de pizza de pizza pelo jeito.

3. Pizza de Batata frita: Essa aqui é na mesma linha da pizza de Strognoff, vamo pegar uma comida e tacar em cima pra ver o que acontece. Repito, vamos ter mais bom senso, não adianta juntar duas coisas que funcionam separadas. É como Paul McCartney e John Lennon, que são ótimos juntos, mas absurdamente inferiores separados, só que no caso das pizzas ao contrário.

2. Pizza de Sorvete: Sério, não combina. Você pode até gostar porque gosta de sorvete E de pizza, e dai come separado e tal, mas os dois juntos não faz sentido.

1. Pizza de Gemada: Continuando na vibe das pizzas doces, gemada não funciona nem separada, como vai funcionar junto com pizza … pra quem não sabe gemada é um ovo batido com um monte de açúcar. Pior que eu gostava quando era criança : P

Era pra terminar o post agora depois do top 5, mas tem tanta coisa que dá pra falar de pizzaria rodízio que vou continuar.

Senta que lá vem história.

Outros diferenciais que as pizzarias tem criado são em relação aos formatos. Agora, além de pizza redonda, já existem as pizzas vendidas por metro. Essas pizzas tem a desvantagem de você não poder se gabar e dizer que comeu sei lá, 2 pizzas inteiras, ao invés disso você tem que ir pelo lado mais matemático da coisa e dizer comi 1,34 metros.


Pizza recursiva: MEDO

Mas isso nada a tem a ver com pizzarias rodízio, o que tem a ver é uma coisa que quase sempre rola: competição pra ver quem come mais. Supra sumo da gordice. Competição de ogrice mesmo. Essas competições são normalmente o que mais gastam palitos Gina que se encontram nas mesas de pizzaria.

De fato, Gina e Bila agradecem.

Esse post todo me lembrou também de um filme típico chamado Loverboy que passava no SBT no início da década de 90. Sintam o roteiro: garoto que queria ganhar uns trocados extras decide trabalhar como garoto de programa numa pizzaria e aprontava as maiores confusões. Pra chama-lo a senha era pedir na telentrega por uma pizza de Anchovas. Alguém lembra dessa obra prima da sétima arte?