Receita de café gelado super boa pro verão

O problema pra quem gosta de café é tomar café no verão. Não tem como tomar nada quente em certo dias. O jeito, pra quem gosta, é apelar pro café gelado. O problema é que eu não sabia fazer café gelado.

Por isso, resolvi tentar, peguei uma receita e aleatória na internet e tentei, vai que ficasse bom?

A propósito, quando foi a última vez que você fez algo pela primeira vez?

Voltando, ate que deu certo a receita! Além de bom, ficou super refrescante. E o mais importante: é fácil de fazer !!! Porque receita que dá muito trabalho não rola.

A receita que eu peguei precisa de licor Bailey’s, mas dá pra fazer com Amarula também. Se quiser com um gostinho leve de chocolate, dá pra usar licor Mozart. Não se preocupe quanto a ficar bebado, a quantidade de licor que vai é bem pequena mesmo*.

*Nota da blogueira: se você quiser ficar bêbado, não vamos te julgar, coloque mais licor. Pra resultados mais efetivos, mete tequila, vodka … não nos responsabilizamos pelos efeitos colaterais.

Eis a receitinha pro café:

– 1 xicara de café preto (forte se você gosta forte, fraco se você gosta fraco)
– Muitas pedras de gelo (quanto o copo poder acomodar)
– 5 colheres de sopa de licor
– Açúcar a gosto

Misture tudo e beba, simples assim. Você definitivamente não precisa ser a Julia Child pra fazer as receitas do meu blog : P

Dá pra fazer com sorvete de creme e chantilly também, mas dai dá mais trabalho e eu nem tentei. Mas pra quem gosta, tá valendo.

caneca de Cerveja Amanteigada
Meu café gelado pronto. Percebam que só pela curtição, utilizei uma caneca de cerveja amanteigada do Harry Potter

E se você não gosta de licor no seu café de jeito nenhum ou simplesmente não tem a mão, tem essa receitinha que parece ser muito boa embora eu não tenha tentado ainda.

PS: Esse post é mais um post na categoria Gastronomia, uam categoria inusitada para um blog como o meu, mas que lhe oferece posts deliciosos e informativos sobre balas de gelatina, lactobacilos vivos, cogumelos, entre outros alimentos.

Cogumelos Pop

Nos últimos anos cogumelos tem ganhado uma reputação de serem muito saudáveis e seu consumo cada vez mais incentivado já que segundo pesquisas eles têm propriedades até mesmo contra o câncer. O primeiro cogumelo que todos entram em contato é sem dúvidas o Champignon, seu exemplar mais difundido na culinária brasileira e inserido em pratos que vão do strognoff a pizza. Outro que tem disputado o espaço do champignon é o shimeji, que tem ganho popularidade graças a difusão da culinária japonesa no Brasil.

Mas o fato é que a primeira vez que eu ouvi falar de cogumelos foi através de um desenho animado, um desenho do SBT do fim dos anos 80, início dos 90 chamado Nossa Turma, no original, Get Along Gang.

Era um desenho cujo personagem principal era um alce. Tinham outros animalzinhos também e todos viviam num trem. O desenho ficou realmente preso na minha mente graças a sua abertura com uma canção grudenta que nunca sofreu nenhuma adaptação para nossa língua portuguesa, era tocada em inglês mesmo. Lembro de canta-la num inglês estilo Sol do Big Brother quando era uma tenra criança.


Segundo esse video o nome do desenho era outro, mas no meu tempo era Nossa Turma, tenho certeza.

Voltando aos cogumelos, houve um episódio em que uma das menininhas ia num piquenique, comia um cogumelo selvagem e passava mal, super tenso. A lição do episódio era não coma cogumelos desconhecidos pois você pode morrer.

Lembro que não tinha entendido bem o episódio porque na minha cabeça nem existiam cogumelos selvagens, pelo menos nunca tinha visto cogumelos em bosques (não que eu tivesse ido a muitos), o certo é que se visse um, não comeria.

Mesmo eles parecendo tão bonitinhos na minha imaginação, como pequenos guarda-chuvinhas comestiveis.

Mas ao crescer percebi que cogumelos eram saborosos (não os selvagens!) e acabei virando fã de shimeji na manteiga e outras receitas com esses fungos mesmo que desincentivada por desenhos animados ou família (já que ninguém gosta). Entretanto é fato que cogumelos são criaturas que podem ser esteticamente bastante estranhas às vezes conforme essas fotos.

Alguns bem fálicos, mas isso não vem ao caso.

Mas esses são os cogumelos da culinária, o cogumelo também sempre esteve presente na cultura pop, como por exemplo no jogo Mario, com cogumelos vermelhos e verdes.

Além de serem úteis na culinária e nas jogadinhas de Mario, cogumelos são conhecidos pelos seus efeitos alucinógenos, esses eu não conheço, o fato é que poucos conhecem uma vez que são legais apenas na Holanda.

Não que a ilegalidade impeça as pessoas de os descobrir, mas nunca ouvi falar de tráfico de cogumelos.

O espinafre do mal

Lendo esse post do Puxa Cachorra (segundo post que linko esse blog, mereço um link lá bah tri) sobre as lendas que nossas mães contavam quando eramos crianças e acreditavamos porque nao tinha um Google pra conferir, lembrei de mais uma grande mentira contada não só por nossas mães, mas por toda a mídia. Uma mentira deslavada que nos aterrorizou por anos a fio, a mentira que

o espinafre te deixa forte

O pior é que havia um desenho animado muito popular para endossar a tese, o famoso Popeye e seu espinafre em lata que lhe permitia nocautear Brutus facilmente. Qualquer cara feia na hora de comer o espinafrezinho que sua mãe fazia era motivo para ela relembrar os benefícios que essa folha verde-escura trazia para o marinheiro Popeye.

Interesante é que se você quisesse fumar cachimbo dizendo que o Popeye fazia, sua mãe não deixava.

Continuando, embora eu odiasse espinafre na infância, acabei crescendo e me habituando ao seu gostinho. Em recente viagem aos Estados Unidos, consumia os sanduíches da rede de fast-food Subway frequentemente. O fato é que o Subway dos Estados Unidos tem algumas opções ainda não disponíveis no Brasil. Uma delas é a possibilidade de acrescentar abacate no seu sanduiche, a outra é a opção de folhas de espinafre.

Certa vez li que quanto mais escura for a folha do vegetal que você come, mais saudável ela é. Por exemplo, alface americana, aquela alface verde clarinho quase branco, é supostamente uma alface desprovida de vitaminas e minerais, algo que não me choca visto que é a alface número 1 das cadeias de fast-food como Mc Donald’s e Burger King. Mas divago.

Com essa informação em mente, decido dar uma chance para o espinafre no meu Subway no lugar da Alface. Para minha total surpresa o gosto é agrádavel e decido sempre utiliza-la.

Ao voltar ao Brasil, incluo o espinafre em minha alimentação. Com esse crescente aumento no consumo do espinafre, decido pesquisar na internet seus benéficios. Eis as descobertas:

Perigo Oculto no Espinafre.

Popeye e o mito do espinafre.

Aparentemente, existe uma substância no espinafre chamada de acido oxálico que se consumida em grandes quantidades faz mal.

Popeye, seu maldito marinheiro, querendo me matar com esse tal ácido.

PS: Se espinafre deixava forte como no desenho, por que o Brutus nunca comia?

Minha comida favorita do momento

Na revista Super Interessante desse mês saiu que ao contrário do que muitos podem pensar, de acordo com uma pesquisa, a comida favorita do brasileiro é a lasanha, seguida do arroz e macarrão. O nosso prato típico, a feijoada, aparece só lá em quarto lugar. E o churrasco em sexto.

Nossa, só de ver essa foto dá uma vontade de comer lasanha … mas seria essa minha comida favorita?

Fiquei pensando qual seria. Difícil dizer, é como perguntar meu filme favorito, impossível escolher entra tantas opções. Fora que metarmofose ambulante do jeito que sou, é algo que sempre muda. Adoro sorvete, sushi, lasanha … mas acho que se for pra escolher a comida favorita do momento, eu escolheria Ceviche (às vezes escrito Cebiche).

Ceviche é nada mais do que peixe branco cru extremamente marinado no limão que ‘assa’ graças ao ácido presente nessa fruta. Na maior parte das receitas é incluído cebola, pimentão, tomate e pimenta.É um prato de origem peruana que começa lentamente a ficar popular no Brasil.

Na minha concepção, é digamos um sashimi mais gostoso. Portanto, se você gosta de sashimi, totalmente recomendo que prove essa iguaria do sabor. Pena que ainda existam tão poucos restaurantes peruanos no Brasil.

Chá arco-íris da alegria

Eu comecei a gostar bastante de chá depois que eu voltei da Índia. Lá na empresa onde eu trabalhava, sempre vinha um mocinho nos dar chazinho ou café no meio do expediente. Eu era a única que pegava tanto o café quanto o chá. Tudo na mímica porque esses carinhas do chá na Índia (os Chai Wallah) são sempre bem pobrezinhos e não falam inglês. Por sinal, era a profissão do Jamal, carinha do filme Quem quer ser milionário (só que ele falava Inglês no filme).

O chá indiano que vendem nas ruas da Índia e que eu tomava era basicamente chá preto, água, um pouco de leite e muiiito açúcar. Muitoooo. Era bem gostoso. Algumas versões tem sementes de cardamomo dentro, uma espécie de pimenta bem gostosinha e que incrivelmente vai bem num chá doce. Algumas versões tinham canela e gengibre também, mas essas não são tão populares.


Copinhos de Chai

Lá dá Índia eu trouxe caixas e caixas de chá preto com o intuito de tomar chai (chai é o chá indiano) sempre que eu estivesse com saudade da minha vida indiana. A Índia é o maior produtor do mundo desse tipo de chá, e eu inclusive visitei lá uma plantação de chá, é bem bonito. Essa fica na cidade de Munnar. Fotinhos pra vocês:


A plantação se estendendo pelas montanhas


Eu numa vibe colheitadora

Embora eu ainda goste muito de chai, acabei acostumando com o sabor amargo do chá preto puro sem açúcar. E quase todo dia, lá vou eu ferver uma chaleira com água, colocar numa térmica, e ficar servindo na minha caneca com o saquinho de chá enquanto acesso Google Reader, escrevo posts e atualizo o Facebook : P

Como sou uma pessoa muito interessada na minha saúde, fui pesquisar se o tal do chá preto não continha malefícios científicos ocultos (cuidado com o espinafre, ele tem muitos, post sobre isso em breve). Minha pesquisa no Google demonstrou que não, o fato é que o negócio é extremamente bom para saúde, melhora a circulação e evita derrames, então fica a dica.

Eu acho engraçado o nome do chá preto ser preto já que a cor do chá pronto não é preta. Mas logo percebi que esse nome baseado em cores é meio sem sentido mesmo, já que na China o nome é chá vermelho. Vejam a classificação:

Todas as cores são feitas com fohas de Camellia sinensis.

1. Chá branco –> folhas jovens que não sofreram oxidação. Popular na China e o mais saudável.
2. Chá verde –> folhas que sofreram pouca oxidação. Popular no Japão.
3. Chá preto (ou vermelho) –> folhas que sofreram muita oxidação. Popular na Índia (e no Ocidente inteiro na real)

Ainda tem o Chá Oolong que é conhecido também por chá Azul. É um chá com uma maturação entre o Chá Verde e o Chá preto. Ooolong também é o nome de um personagem comunista de Dragon Ball, mas isso não vem ao caso.

E pra terminar o arco-íris de cores, tem o chá amarelo, que é um chá verde com uma fase de secagem diferente.

Isso que nem mencionei os chás que não tem cores no meio tipo chá de coca, de cogumelo, de camomila, etc…

O que me leva a pensar que chás são mais complicados que vinho.

Vamos falar de Pizzas, Pizzarias e tudo mais

Rodízio de pizza … lugar onde a criatividade rola solta. As pizzarias no desespero pra conseguir mais e mais clientes, inventam de tudo, mas de tudo mesmo. Todas as pizzarias rodízios são quase tudo a mesma coisa, mas no desespero de poder ter um diferencial no comércio, o golpe mais básico é aumentar o número de sabores de pizza oferecidos, mesmo que na prática a gente só vá na pizzaria em busca de 4 ou 5.


Literalmente uma pizza de hamburguer

Fora que normalmente os 1001 sabores tão tudo só no cardápio, só oferecem mesmo uns 20. Os outros só aparecem se o cliente levantar a mãozinha e pedir. Mas esse post não é pra reclamar das infames pizzaria rodízio, e sim enumerar os top sabores mais bizarros já criados ever. Vamos começar.

5. Pizza de Coração de galinha: bom, eu acho tri gostoso, mas perguntem pra qualquer estrangeiro: normalmente eles acham asqueroso botar miúdos de galinha em pizza, e se for o coração dela então pior ainda. Sabe a cara de nojinho que você faz quando ouve falar de chinês comendo espetinho de escorpião, barata e etc ? Pois é, na maior parte do mundo as pessoas fazem a mesma pra você e sua pizza de coração : P

4. Pizza de Strognoff: Essa é outra que eu acho gostosa, mas parem pra pensar na bizarrice da coisa: tão criando pizza cujo o sabor é uma comida já … daqui a pouco vão inventar a pizza de lasanha, pizza de arroz e feijão, pizza de panqueca, tipo, é só pegar uma comida e jogar em cima de uma massa de pizza de pizza pelo jeito.

3. Pizza de Batata frita: Essa aqui é na mesma linha da pizza de Strognoff, vamo pegar uma comida e tacar em cima pra ver o que acontece. Repito, vamos ter mais bom senso, não adianta juntar duas coisas que funcionam separadas. É como Paul McCartney e John Lennon, que são ótimos juntos, mas absurdamente inferiores separados, só que no caso das pizzas ao contrário.

2. Pizza de Sorvete: Sério, não combina. Você pode até gostar porque gosta de sorvete E de pizza, e dai come separado e tal, mas os dois juntos não faz sentido.

1. Pizza de Gemada: Continuando na vibe das pizzas doces, gemada não funciona nem separada, como vai funcionar junto com pizza … pra quem não sabe gemada é um ovo batido com um monte de açúcar. Pior que eu gostava quando era criança : P

Era pra terminar o post agora depois do top 5, mas tem tanta coisa que dá pra falar de pizzaria rodízio que vou continuar.

Senta que lá vem história.

Outros diferenciais que as pizzarias tem criado são em relação aos formatos. Agora, além de pizza redonda, já existem as pizzas vendidas por metro. Essas pizzas tem a desvantagem de você não poder se gabar e dizer que comeu sei lá, 2 pizzas inteiras, ao invés disso você tem que ir pelo lado mais matemático da coisa e dizer comi 1,34 metros.


Pizza recursiva: MEDO

Mas isso nada a tem a ver com pizzarias rodízio, o que tem a ver é uma coisa que quase sempre rola: competição pra ver quem come mais. Supra sumo da gordice. Competição de ogrice mesmo. Essas competições são normalmente o que mais gastam palitos Gina que se encontram nas mesas de pizzaria.

De fato, Gina e Bila agradecem.

Esse post todo me lembrou também de um filme típico chamado Loverboy que passava no SBT no início da década de 90. Sintam o roteiro: garoto que queria ganhar uns trocados extras decide trabalhar como garoto de programa numa pizzaria e aprontava as maiores confusões. Pra chama-lo a senha era pedir na telentrega por uma pizza de Anchovas. Alguém lembra dessa obra prima da sétima arte?

Mc Donald’s na Índia que idolatra a vaca

Mc Donald’s pra mim é o supra sumo da Junkie Food. Puro sabor em questão de minutos, aquela entidade onipresente, com a segurança de que vai ter sempre sabor semelhante não importa aonde eu esteja sobre o globo terreste.

Mas havia uma questão que sempre me atormentou: será que o Mc Donald’s, lugar conhecido pelo Big Mac, ou seja hamburguers feitos de carne de gado, está presente num país como a Índia, em que mais da metade da população é vegetariana, e principalmente, a religião predominante é o Hinduísmo, aquela onde a vaca é considerado animal sagrado ?!

Resposta: Claro que sim, óbvio que a rede americana não ia perder a chance de estar num mercado com mais de 1,2 bilhão de pessoas.


Galera indo curtir um Mac

Mas como é o Mc Donald’s na India? Então, como a vaca é sagrada, não existe nenhum sanduíche feito com carne de gado. Isso quer dizer, não tem Big Mac. Isso mesmo companheiro, não tem o sanduíche símbolo da companhia. Tipo, nem adianta você cantarolar 2 hamburgueres, alface, queijo, molho especial, cebola e picles num pão com gergelim que você vai ser solenamente ignorado. Seguindo a mesma lógica, também não tem Quarteirão e nem Cheddar Mc Melt. Triste né? Justo os melhores sanduíches.


Mimosa, pode relaxar e pegar um sol na praia

Além disso, eles não tem nada feito de carne de porco. Você deve estar se perguntando porque já que porco é um animal permitido pelos hinduístas. Mas lembre-se que na Índia tem uma grandíssima quantidade muçulmanos, e porco não é permitido pra eles.

Claro que poderia ter sanduíches (iches) feitos de carne de gado, não existe nenhuma proibição quanto a isso, tanto que por exemplo, nas grandes cidades não é difícil achar uma Steakhouse. Como já mencionei, não é todo mundo que é hinduísta na Índia, mas eu imagino que os gerentes do Mc Donald’s tenham alterado o cardápio pra gerar aquela simpatia do povo. Imagina um hinduísta levando os filhos (e como indiano gosta de ter filho) pra comer um Mc Lanche Feliz num lugar onde comem o ser sagrado deles! Se tá difícil imaginar, vamos fazer uma analogia. Imaginem que o Mc Donald’s tenha, além dos hamburgueres normais, um sanduíche feito de carne de cachorro. Ok, eu não me importaria (não comeria mas também não deixaria de ir saborear um Big Mac tradicional), mas muita gente no Brasil com certeza boicotaria o lugar.

Além disso, os lanches vegetarianos são feitos em uma parte da cozinha diferente dos lanches non-veg. Pra você pode parecer bobagem essa separação, mas na real faz todo o sentido. Fazendo outra analogia, suponham que no Mc eles tivessem sei lá, um sanduíche feito de carne de minhoca. Você comeria o seu Mc Chicken sabendo que a carne de minhoca foi preparada na mesma cozinha que o frango que você está saborendo?

Tantos mimos e cuidados por parte do Mc Donald’s para com o consumidor indiano, como era de se esperar, funcionou muito bem já que as lanchonetes estão sempre movimentadissímas, e não é só de turista, é de locais ! É um barato ir no Mc aqui, tem mulher de véu, mulher de sari, criança, homens com aqueles bigodão indiano, de turbante, gente com roupa ocidental, jovens indianos moderninhos, etc. Um caldeirão de culturas em poucos metros quadrados !


O palhaço todo contente que abocanhou o segundo maior mercado consumidor do mundo

Mesmo não tendo os melhores sanduíches, pelo menos tem Mc Chicken (pobre das galinhas, essa nenhuma religião protege), cujo o gosto é igualzinho ao do Brasil, tem também Mc Fish (esses coitados do mar também ninguém protege), Mc Veggie (sanduiche feito de carne de soja) e Mc Nuggets. Além disso tem sanduíches que só existem na Índia, feito especialmente pra agradar o paladar local, ou seja, apimentados !!!


Não preciso entender o que está escrito, basta os arcos amarelos

Vou falar de alguns. O mais conhecido é o Mc Maharaja. É nada menos do que um Big Mac só que com galinha ao invés de carne, e claro, não podia faltar, pimenta. Esse eu comi só uma vez e não curti. Outro é o Mc Aloo Tikki. Esse tem tipo um bife dentro, mas feito de acreditem, batata. Também é apimentado mas esse eu adoro ! Vinte e cinco rúpias (1 real) e muito bom. Vou sentir saudades desse quando sair da Índia. Quanto as sobremesas, tem o sundae (mas sem as castanhas), tem a casquinha, mas não tem tortinha, nem de maçã nem de banana. Em vez disso tem uma tortinha sabor pizza (apimentada,claro).


O favorito do Raj de The big bang theory

Mas claro, no começo é meio estranho comer essas Mc ofertas apimentadas porque sei lá, na minha cabeça Mc Donald’s não combina com pimenta, mas depois de um certo tempo acaba fazendo todo o sentido.

Resumindo, a Índia é um país tão louco que até um lugar que era pra ser padronizado em todo o mundo como o Mc Donalds consegue ser diferente ! : )